5 Tópicos que devem ser levados em consideração antes de comprar a casa própria

Conquistar a casa própria é um dos sonhos da maioria das pessoas, mas o mesmo também é considerado um investimento de risco dependendo das condições de pagamento, bem como empréstimos e financiamentos.

Poderíamos dizer que comprar uma casa sempre foi considerado um ‘esporte de risco’, pois, se não tomarmos as medidas e os cuidados necessários, uma das decisões econômicas mais importantes da nossa vida pode se transformar em um verdadeiro pesadelo.

Portanto, antes de comprar uma casa é necessário levar em consideração algumas dicas.

O que levar em consideração antes de investir em uma casa

1.- O orçamento disponível

O orçamento para investir é um dos fatores mais relevantes na compra de uma casa, por isso é importante que o pagamento mensal do seu financiamento ou parcelas não ultrapasse a linha de crédito disponível.

Na maioria dos casos, o valor a ser pago mensalmente chega a ser 40% do rendimento líquido da unidade familiar. Desta forma, você deve pensar nas economias a serem realizadas para cumprir com o pagamento das despesas mensais, as quais envolvem as parcelas e demais gastos, mesmo que ocorra um contratempo ou despesa inesperada.

Para dar entrada em um imóvel é solicitado 30% do valor do mesmo, mas existem algumas opções como o programa de financiamento Caixa, realizado pela instituição para ajudá-lo neste processo de adquirir a casa própria.

No entanto, a todo modo, é necessário avaliar se as opções concedidas são realmente vantajosas. Você pode entrar em contato com a empresa, através do site ou número de telefone Caixa.

2.- É necessário realizar um estudo abrangente sobre qual financiamento é o melhor

Atualmente, existem condições de financiamento muito benéficas para o comprador.

No entanto, surge a seguinte questão: é melhor um financiamento de taxa fixa ou variável? No entanto, isso depende de muitos fatores, mas você deve saber que os juros sobre empréstimos hipotecários de taxa fixa permanecem os mesmos ao longo do prazo de pagamento, enquanto em financiamento de taxa variável os juros mudam após cada revisão, por exemplo, a cada 12 meses.

A verdade é que as taxas de juros estão subindo de mãos dadas com a recuperação da economia, então não perca muito tempo.

 3. Faça um estudo sobre o preço e a valorização potencial da casa

É aconselhável combinar boas expectativas para o futuro com um preço atraente. Para isso, é imprescindível investigar e conhecer o preço de outros apartamentos semelhantes, a área em que a casa está inserida e as perspectivas de crescimento ou preços mais elevados.

4. A boa localização da casa é fundamental

Por isso, certifique-se de que a área está bem conectada e que está próxima a lojas, áreas de restaurantes, supermercados, áreas verdes e centros educacionais. Uma casa bem localizada, com bons serviços na região, será mais fácil de reavaliar futuramente.

 5. Tome a decisão sem pressa e analise bem

Analise todas as variáveis, os gastos da comunidade, toda a tributação associada à compra da casa naquela área, pondere se pode ser mais lucrativo comprar uma casa para reformar e inspecione meticulosamente o interior e o exterior da casa – incluindo a área residencial ou bairro onde está localizado.

Em suma, quer já tenha solicitado um financiamento ou se já tem um em mente, recomendamos comparar as diferentes ofertas existentes no mercado, pois a decisão que tomar irá acompanhar grande parte da sua vida e, por isso, é conveniente investir o tempo máximo possível em suas pesquisas.

Dicas úteis – Lá Folia