As pastilhas são versáteis na composição com outros revestimentos e estão disponíveis em diversos formatos

A pastilha nada mais é que peças pequenas que unidas em placas ou mosaicos dão um ar moderno e especial nos ambientes. Esse tipo de revestimento vem ganhando cada vez mais destaque na escolha dos arquitetos e designers por serem versáteis, e trazem ainda variados modelos e materiais com os quais são produzidos.

As pastilhas são práticas na hora da composição com outros tipos de revestimento, combinam bem com porcelanatos e mármores, seja no acabamento de paredes e pisos inteiros ou em detalhes. O ambiente ganha um ar personalizado só com uso desse material. As áreas em que mais utilizam as pastilhas são as úmidas, como banheiro e cozinhas, mas o seu uso não fica limitado a esses ambientes.

O uso das pastilhas no revestimento

A pastilha de vidro é a mais tradicional e a que garante um toque mais sofisticado ao revestimento, pois são mais translúcidas é contém mais brilho comparada às outras. Uma ideia que está sendo muito utilizada é estampar as pastilhas e criar imagens de acordo com o gosto do cliente.

As pastilhas de cerâmica também são opções viáveis na hora de revestir. Por serem mais resistentes e duráveis, esse tipo de pastilha é uma opção para revestir fachadas e áreas externas, pois servem também como impermeabilizantes e protegem a construção de futuras infiltrações.

E para quem é adepto do “faça você mesmo”, existem as pastilhas adesivas, ajudam a renovar o ambiente é são comercializadas em placas que dispensam o uso de argamassa e são encontradas com peças de vidro e mármore. Existe também a pastilha autoadesiva feita em poliuretano flexível, que podem ser cortadas com tesouras, facilitando o encaixe em áreas com tomadas, por exemplo. E podem também ser aplicadas sobre paredes com tinta ou outros tipos de revestimento.

As opções de pastilhas são muitas e na hora de escolher a que melhor vale a pena é preciso levar em consideração onde este revestimento será aplicado, em áreas úmidas ou não, o efeito estético que deseja para o ambiente e o orçamento disponível para a obra.

O reboco da superfície deve ser bem feito, pois ao contrário do que ocorre com as cerâmicas, a pastilha não esconde as imperfeições, por isso ele deve ser liso é no nível correto para que a instalação seja feita. Por isso é indispensável uma mão de obra qualificada para fazer a instalação e um produto de qualidade adquirido em uma loja de material de construção de confiança.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *