MTE: Como Realizar o Agendamento

COMO REALIZAR O AGENDAMENTO MTE 

O Ministério do Trabalho e Emprego é o órgão responsável por regulamentar a relação empregado – empregador.

Como todos já sabem, o Brasil é um dos países que possuem uma vasta legislação trabalhistas, dando ao trabalhador diversos direitos e deveres.

E como forma de tentar simplificar a vida desse trabalhador o MTE trouxe a possibilidade de ele poder realizar alguns serviços de forma mais rápida. Primeiro agendando e depois só comparecendo no dia e hora designado.

Por isso, se você é um trabalhador e precisa aprender como facilitar sua vida, continue conosco e sabe tudo sobre o agendamento MTE.

COMO AGENDAR O SEGURO-DESEMPREGO?

Esse serviço trouxe uma facilidade e comodidade tamanha para o trabalhador que foi demitido sem justa causa, não tem tempo de comparecer presencialmente e necessita requerer o seu seguro-desemprego.

O primeiro passo a se fazer para conseguir o serviço é entrar no site de agendamento do Ministério do Trabalho, clicando no link ao lado http://saaweb.mte.gov.br/inter/saa/pages/agendamento/main.seam.

Ao entrar na página, informe o Estado que reside e o seu município. No tipo de atendimento, procure a opção “entrada no seguro desemprego” e ao final digite o código de segurança.

Feito isso, você irá ser redirecionado para outra página que informará a unidade de atendimento disponível, o local no qual se encontra, quantas vagas estão disponíveis e como está o calendário daquele mês e dos meses seguintes.

O serviço, por ter uma demanda grade, não acontecerá bem rápido, você deverá analisar quais são os dias que estão aguardando liberação. Após esses dias serem liberados, confirme o agendamento.

Pronto!

Lembre-se que fora o site, existem outras opções como; ligando para a central de atendimento ‘alô trabalho’ pelo número 158, ou pelas formas presenciais, indo diretamente em uma rede conveniada ou em alguma das unidades descentralizadas do Ministério do Trabalho.

Finalizado o processo de agendamento é necessário que o trabalhador compareça a uma das unidades do MTE para concluir o seguro desemprego.

Esse processo é gratuito, e não custará nada para o cidadão, que precisa apenas estar portando os documentos abaixo:

  1. RG – Registro geral e CPF – cadastro de pessoa física;
  2. Os três últimos contracheques ou holerites;
  3. Um comprovante de vínculo com a empresa, que pode ser o comprovante do saque do FGTS ou o extrato analítico;
  4. O requerimento do seguro desemprego ou a comunicação de dispensa que é emitida pelo empregador WEB;
  5. O termo de rescisão do contrato de trabalho;
  6. A carteira de trabalho;
  7. O cartão do PIS ou o cartão cidadão;
  8. E por último, um comprovante de água ou luz e um comprovante de escolaridade.

Leve todos esses documentos e realize o saque das parcelas do seu benefício.

Caso algum funcionário lhe cobre alguma taxa para agendamento ou para habilitação do benefício, denuncie, pois, essa prática é proibida.

Então, o seguro desemprego é um abono que pode ser requerido desde o 7º dia de demissão até o 120º após a demissão.

E está classificado em 5 modalidades;

  1. Seguro desemprego formal
  2. Seguro desemprego trabalhador resgatado
  3. Seguro desemprego pescador artesanal
  4. Seguro desemprego empregado doméstico
  5. Bolsa de qualificação profissional

Para cada modalidade são necessários requisitos específicos.

E o trabalhador pode realizar até 3 solicitações e receber até 5 parcelas. Da seguinte maneira;

1º solicitação: 4 parcelas – se tiver trabalhado no mínimo 18 meses. E 5 parcelas se tiver trabalhado acima de 24 meses;

2º solicitação: 4 parcelas – se tiver trabalhado no mínimo 9 meses. E 5 parcelas se tiver trabalhado no mínimo 12 meses;

3º solicitação: 3 parcelas – se tiver trabalhado no mínimo 6 meses, 4 parcelas – se tiver trabalhado no mínimo 12 meses e 5 parcelas se tiver trabalhado no mínimo 24 meses.

COMO AGENDAR A CARTEIRA DE TRABALHO?

A carteira de trabalho é o instrumento mais fundamental para o trabalhador brasileiro.

É por meio dela que a empresa privada consegue contratar o empregado e deixa todos os seus encargos em dia.

Além de que caso haja uma fiscalização pelo Ministério do Trabalho, as condições escritas na sua carteira, tem de coincidir com a realidade.

Dessa forma, se você é um cidadão brasileiro e quer começar a sua vida laboral, o primeiro passo a se fazer é agendar a sua CTPS.

Você irá fazer o mesmo procedimento do seguro desemprego, entrando no sistema de atendimento agendado do MTE.

O que mudará, será apenas o tipo de atendimento.

Aguarde o dia e a hora marcada e compareça ao local.

Esse serviço melhorou a vida de milhares de brasileiros, que passavam horas e horas em filas para poder requerer sua CTPS e muita das vezes nem conseguiam ser atendidos.

Por isso, se você não puder comparecer no dia designado, cancele ou remarque sua visita. Por ser um serviço tão solicitado, você acabará tirando a vaga de outra pessoa que precisa se não comparecer no dia.

Em caso de dúvidas sobre o tema, deixe seu comentário abaixo ou procure o site oficial do Ministério do Trabalho, que estão regidos pelos links “trabalho.gob.br” ou “mte.gov.br”.